Terapia de vidas passadas e Enxaqueca

dor_cabeca

Camila Sampaio

Ajudar um paciente com dor é um processo aflitivo. Dá vontade de arrancar a dor lá de dentro. Ainda mais uma dor como a enxaqueca, que é misteriosa para a Medicina e costuma durar anos, sem grandes explicações.

Para a TVP, conforme descrevi no meu livro O Fio de Ariadne, temos algumas hipóteses, com 16 casos ilustrando:

1)    Ferimento de morte no local

2)    Obsessor com ferimento no local

3)    Manipulação de ectoplasma pelos obsessores

4)    Parto com fórceps traumático

Ou seja, um misto de vida atual com vida passada: falta de espiritualidade na vida atual e tragédias no passado. É como se a enxaqueca fosse um alerta de que algo não vai bem e precisa ser redirecionado.

O que acontece na enxaqueca obedece o mesmo mecanismo de outros sintomas, mas localiza-se especialmente na cabeça. A enxaqueca é especial também pela periodicidade, pela dificuldade em aplacá-la com remédios, e por todas as conseqüências sociais e pessoais que causa.

Além de Clarice, o caso que contei no livro, já ajudei muitas outras pessoas a saírem de suas crises terríveis e irritantes. E uma coisa interessante é que, com raras exceções, são pessoas doces, boazinhas e queridas por todos, mas que guardam um verdadeiro vulcão em erupção dentro de si.  Normalmente também são pessoas que se manifestam em momentos de raiva de forma sutil, dando tapas com luva de pelica ao invés de brigarem a altos brados.

A questão da espiritualidade na enxaqueca é bem importante, pois a pessoa que é médium e não trabalha fica sujeita à ação nefasta dos obsessores que têm algo contra ela. Claro, mediunidade não é algo de exclusividade espírita, a pessoa pode vivenciar sua espiritualidade na Igreja Católica, no Templo Budista, na Loja Rosacruz, na Igreja Evangélica, no Terreiro de Umbanda, ou onde lhe for conveniente. Em qualquer um desses locais sagrados os espíritos serão tratados e a energia em excesso, o ectoplasma, será doado.

Também por esse motivo espiritual é comum que a grande maioria das pessoas, mesmo as que não sofrem de enxaqueca regularmente, sintam dores fortes de cabeça um dia antes da sessão, no mesmo dia, e um dia depois da regressão. Antes da sessão porque os obsessores e personalidades de passado tentam impedir a pessoa de vir, e depois da sessão porque toda a energia trabalhada está sendo drenada e transmutada. Além da cabeça, que é uma região sensível para a manipulação de ectoplasma, é comum dores de barriga e enjôos (por causa do chakra umbilical), sono em excesso, muita vontade de urinar após a sessão (por causa da drenagem energética) e imprevistos gerais como ser chamado pelo chefe, quebrar o carro, um filho ficar doente, e demais inconvenientes que possam causar o desmarcamento da sessão. Isso faz parte do processo e é sempre avisado aos pacientes, para que haja ênfase na força de vontade.

Outro fator de vida atual que costuma unir os pacientes de enxaqueca é o fato de guardar um segredo importante, ou de não tomar uma decisão importante sobre algum ponto de sua vida. Clarice tinha traído o marido dentro de um casamento de 20 anos, com um colega de trabalho, e mantinha segredo sobre isso. As enxaquecas já aconteciam antes, mas foi visto na TVP que isso complicou as coisas, pois o próprio nervosismo que ela passava abria mais ainda as portas para os obsessores, e ainda ela tinha vidas em comum com o amante, e eram vidas que também traziam questões relativas à região da cabeça, como ferimentos no local.

Todos temos nossos segredos e nossas decisões importantes. A terapia  é importante e às vezes fundamental quando não conseguimos lidar com questões mais sérias sozinhos. No caso da TVP, as decisões a tomar podem ser até mais complexas do que pensamos, pois podem envolver fatores passados e a nossa proposta encarnatória. Além disso, como contei no artigo de auto-obsessão, podemos estar fazendo a vontade de nossas personalidades de passado sem querer, pensando que a decisão é nossa.

Logo, por tudo que foi dito, se você sofre de enxaqueca a TVP é uma ótima saída. Mesmo porque não será trabalhada só a enxaqueca, mas a sua personalidade em geral, e todas as pendências que sua alma traz para a atual encarnação. O ganho é tão grande que a enxaqueca fica até em segundo plano: o mais comum é que no decorrer da terapia ela suma e a pessoa só lembre disso quando eu pergunto, pois o processo trabalha tantas outras questões mais complexas que a sirene de alarme acaba virando só um detalhe.

Camila Sampaio

Atendimento em São Paulo

Site: http://www.terapiadevidaspassadas.net

E-mail: camilasampaio@yahoo.com.br

Fones: (11) 9502 2176

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s